Profeflor, o vídeo

#100 Cem semanas, primeiro vídeo.

13

Salvador do Sul, 24 de junho de 2022.

Olá.

Hoje, nesta sexta-feira, essa página completa sua 100ª edição. Talvez em função disso, talvez por mera coincidência, a trilha sonora da minha vizinha de barulhos seja Roberto Carlos:

eu tenho tanto pra lhe falar,
mas com palavras, não sei dizer…

Assim, com palavras um dia escritas – agora faladas –, vai o primeiro vídeo. Me contem sobre ele.

No mais, breves novidades, algum papinho besta e um singelo muito obrigado! e até breve:

  • A escolha do texto do vídeo foi em função de vocês: Profeflor é a história mais vista, compartilhada e, no somatório, curtida (êta palavrinha) das cem edições;

  • Para os leitores mais recentes, aqui vai o link para a primeira publicação do Profeflor. No papo inicial, sempre dá para ver o que rolava no mundo, naquele dezembro de 2020;

  • No Brasil de livrarias em recuperação judicial e leitores em mutação, ontem foi um dia bacana. Faço o registro e, sinceramente, celebro: a rede de lojas Petz (sim, aquela mesmo), em sua operação digital – petz.com.br –, começou a vender o livro Não me abandone, a saga de Bénya Krik, um cão de rua, contada pela família que ele adotou, do tal de Vitor Bertini. O livro à venda é o fisico, com capa, cheiros, páginas que a gente vira e é bom de tocar. Pela generosidade da iniciativa (precisamos muito disto) deixo um apelo: na medida do possível, repercutam;

  • Falando em livros físicos, a preparação do que vai ser editado tendo por referência essas cem semanas segue em marcha batida. Quanto aos palpites, continuam sendo muito bem-vindos;

  • Acho que farei mais vídeos;

  • Apertem qualquer dos botões abaixo: por alguma mágica; eles ajudam a humanidade;

  • Fui. Um bj e bom fim de semana.

Visite a página

Thank you for reading Vitor Bertini. This post is public so feel free to share it.

Share